Movidos pelo coração
Cadastre-se e receba as novidades - Portal Prevenção Facebook-Portal Prevenção Twitter-Portal Prevenção

Biblioteca



Dicionário do Coração - Termos e Procedimentos

Para fazer uma consulta no Dicionário do Coração, basta clicar na primeira letra do que se está buscando. Algumas palavras são sublinhadas e isso significa que são links para outras informações neste site ou em outros. As palavras estão relacionadas às doenças arteroscleróticas que causam o "entupimento" das artérias, como as doenças do coração (cardiovasculares) e do cérebro (derrame ou acidente vascular cerebral).

Procedimentos

Estudo Eletrofisiológico e Ablação com Radiofrequência

Introdução

O estudo eletrofisiológico e a ablação com radiofrequência são procedimentos (exames) realizados há mais de 10 anos no Instituto do Coração, através da introdução de catéteres (tubos flexíveis especiais) em locais específicos do coração.

Antes de falarmos sobre cada um desses procedimentos, é preciso explicar o que é o sistema elétrico do coração e como ele funciona.

Para que o coração faça o trabalho de bombear o sangue através do corpo, ele necessita de uma espécie de estímulo para começar o batimento cardíaco. Esse estímulo é um verdadeiro impulso elétrico que se origina numa área do coração chamada nó sinusal, que é o marcapasso natural do coração, ou seja, funciona como um gerador de energia elétrica que faz o coração bater entre 60 e 100 vezes por minuto em condições normais de repouso.

Esse estímulo elétrico se propaga pelo sistema de condução, atravessando estruturas tais como o nó atrioventricular e o feixe de His, e se espalha pelos ventrículos direito e esquerdo, provocando a contração do coração.

Em algumas situações, este sistema elétrico encontra-se alterado e causa "curtos-circuitos" que podem resultar em taquicardias ou batimentos rápidos (palpitações, "batedeiras"), acompanhados de desmaios (síncopes), tonturas (pré-síncopes), cansaço, respiração curta, dor ou opressão no peito; em outras, a alteração do sistema resulta em bradicardias ou batimentos lentos, acompanhados também de desmaios, tonturas e/ou cansaço.


Tipos de Taquicardias


Tipos de Bradicardias


O que é Estudo Eletrofisiológico?

O estudo eletrofisiológico é um cateterismo cardíaco que utuliza cateteres especiais para descobrir e estudar os defeitos no sistema elétrico do coração.


Para que serve?

É um método diagnóstico que tem várias finalidades:


O que é Ablação com Radiofreqüência?

É um método terapêutico utilizado para o tratamento das taquicardias. Trata-se de uma caracterização feita com energia de radiofrequência aplicada com cateteres especiais nos focos das arritmias localizados pelo estudo eletrofisiológico.


Quando é indicada?

A indicação é sempre discutida com seu médico e geralmente é um procedimento que se aplica em pacientes que apresentam um tipo de taquicardia passível de ablação ou para aqueles que têm taquicardias, difíceis de serem tratadas com drogas antiarrítmicas.


Como fica a medicação?

Alguns remédios deverão ser suspensos (2 a 10 dias) antes do procedimento.

Seu médico poderá lhe dar maiores esclarecimentos e informações a respeito.

Se você ficar muito ansioso na véspera do exame, poderá tomar um tranquilizante (calmante), receitado pelo médico.

Prepare-se para o exame


Como é feito?

O estudo eletrofisiológico e a ablação poderão ser feitos no mesmo dia da internação ou no dia seguinte. Você será orientado e preparado pela enfermeira da unidade onde ficará internado e pelos médicos, que esclarecerão todas as suas dúvidas.

No dia do exame, você será encaminhado em maca para a sala de eletrofisiologia onde serão realizados os procedimentos.

Chegando à sala de exames, será recebido pela equipe médica e de enfermagem, que irão prepará-lo. É o momento de conectar você a vários monitores (monitor de eletrocardiograma, aparelhos de pressão arterial, freqüência cardíaca e respiratória). Você receberá soro e medicamentos necessários, através de uma veia do braço.

A enfermagem irá fazer a limpeza da pele utilizando solução anti-séptica na região da virilha direita e esquerda e na região torácica.

O médico irá fazer a anestesia local na região da virilha direita ou esquerda e ocasionalmente no lado direito do pescoço, mas você já estará dormindo. Nesses locais serão introduzidos cateteres na veia e/ou na artéria, que serão levados até as cavidades direita e/ou esquerda do coração, guiados pela imagem radiológica (raio X).

Esses cateteres captam os sinais gerados da atividade elétrica do coração, que são registrados em aparelhos especiais. Através deles se fará a ablação com radiofreqüência nos locais selecionados. Não se preocupe, pois para o seu conforto, você estará dormindo durante todo o exame.

O estudo eletrofisiológico dura aproximadamente uma hora, e, quando seguido de ablação, a duração é variável (aproximadamente duas horas).

Ao término do procedimento, será feita compressão no local da punção por 5 a 15 minutos, quando você já estiver acordado. A seguir, você será encaminhado para o quarto.


Qual é o risco?

O estudo eletrofisiológico e a ablação com radiofreqüência são considerados métodos seguros, mas como todo procedimento invasivo, eventualmente podem ocorrer algumas complicações.


Orientações especiais


Após o procedimento

Será feito um curativo especial no local da punção (virilha), sem precisar dar pontos.

Você retornará para o quarto em maca, e não poderá dobrar a perna onde foi feito o procedimento.

Permaneça em repouso absoluto com a perna imobilizada por 4 a 6 horas, conforme orientação médica e da enfermagem.

Informe a enfermeira se estiver com dor, calor ou sangramento.

A alimentação será liberada quando estiver bem acordado.

A pressão sangüínea, o pulso e o local do curativo serão examinados atentamente pela enfermagem

Evite esforços excessivos por um período de 24 horas.

Não se preocupe ao sentir o coração acelerado, isso poderá ocorrer no período de 24 horas após o procedimento.

A enfermeira irá orientá-lo sobre as ocorrências e responderá às dúvidas que irão surgir. Fique tranqüilo!


Na alta hospitalar

Você será orientado pela enfermeira quanto aos cuidados com o local da punção, não havendo necessidade de refazer o curativo. Apenas lave-o com água e sabão, mantendo-o sempre seco e limpo.

Tome somente os remédios receitados pelo seu médico.

Em alguns casos, conforme o resultado da ablação, o médico poderá lhe receitar alguns medicamentos, inclusive antiarrítmicos.

O retorno será marcado dentro de 30 dias após a alta.

O retorno ao trabalho geralmente ocorre dentro de uma semana, mas será confirmado com o seu médico.

Você receberá um relatório completo contendo as informações sobre tudo o que foi realizado.

 

Voltar TOPO

Mapa do Portal Prevenção

Home

SBC
Conheça a SBC
Diretoria SBC
Região Sul
Região Sudeste
Região Centro-Oeste
Região Nordeste
Região Norte
Cartilha do Representante
Comitês Anti-Tabaco

Biblioteca Virtual
Dicionário do Coração
Cartilha do Coração
Coração On-line

Campanhas de Prevenção
Calendário
Colesterol
Coração de Estudante
Coração Alerta
Coração fora do ritmo?
Coração na Batida Certa
Diabetes
Dia do Portador de MARCAPASSO
Dia Mundial do Coração
Doença Vascular
Drogas e Alcolismo
Eu sou 12 por 8
Febre Reumática
Hipertensão
Insuficiência Cardíaca
Jovens Corações
Meio Ambiente
Obesidade
Sedentarismo
Tabagismo

Entretenimento
Gibis Educativos
SBC Kids
Jogos Educativos

Teste o seu Coração

Receitas Saudáveis
Arroz e Massas
Carnes
Festas de Final de Ano
Páscoa
Peixes
Sobremesas
Verduras e Entradas
Tabelas de Equivalência

Programa De Coração
Programação
Vídeos de programas exibidos

Palestras
Exercício Físico
Hipertensão
Tabagismo

Notícias
Saúde na Imprensa
Boletim do Coração


Entre em contato

Informações úteis
Lista de médicos
Links saudáveis

Em forma
Alimentação Saudável
Exercício Físico
Mulher
Terceira Idade

FAQ|Perguntas Frequentes

Cursos
Para Empresas
Para Escolas
Para Comunidade
Próximos Cursos

logo e link da SBC
vs