• Tetralogia de Fallot, você já ouviu falar?

      É uma má formação congênita do coração, que está presente no recém-nascido.

      Saiba mais no portal: http://prevencao.cardiol.br/noticias/listar.asp

      Algumas condições e fatores existentes durante a gravidez podem aumentar o risco da doença: rubéola ou outras doenças virais, má nutrição, uso de álcool, idade materna acima dos 40 anos e diabetes mellitus.

      O tratamento da tetralogia de Fallot é basicamente cirúrgico, ou logo após o nascimento ou mais tarde, na dependência da gravidade dos sintomas, com o objetivo de normalizar o funcionamento do coração.

       

      Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia

      Atualizado em: 07/08/2017